BRAINSTORM FRESH IDEA !

 

 

 

 

 

 

Depois de muita pesquisa, muito avanço e recuo, muita velocidade e muita paragem, surgiu-me agora a ideia de que o Natal é uma forma de interacção enorme entre as pessoas. Uns gostam desse aspecto ( como eu ), mas a outros a ideia pouco ou nada agrada.

Primeiro ponto – na época do Natal, há uma enorme quantidade de pessoas ( como os estudantes ) que se encontram de férias, durante as férias existem muitos tempos ‘mortos’ onde pouco ou nada temos para fazer e nessas alturas era óptimo encontrarmos algo que nos entretivesse.

Segundo ponto – hoje enquanto pesquisava sobre o Natal questionei-me sobre quantas pessoas estariam na minha posição:

na posição de participar no Natal e usufruir das regalias do mesmo e tradições e não saber (realmente) o ‘porquê’ das tradições…porque usamos a árvore de Natal, porque existe a figura do Pai Natal, porquê as luzes, as velas, os sapatinhos na lareira…entre outras coisas…Não seria bom criar algo que não só entretivesse as pessoas nessas alturas mortas do Natal mas que também as ‘instruisse’ quanto ás tradições e as fizesse entrar por esse motivo no espírito natalício e festivo da época? Algo que lhes desse um “gostinho” do Natal.

Nesse aspecto lembrei-me que nada melhor que um “jogo” de Natal, que entretem e que pode instruir o público quanto ás tradições e simbolos desta altura (tao esperada por tanta gente) do ano.

No campo dos jogos lembrei-me que um jogo para entreter não necessita de ser reboscado – lembrei-me então do ‘jogo da glória’. Mas que neste caso poderá ser jogado apenas por uma pessoa.

Porquê?

Quando estamos num tempo morto podemos estar também sozinhos; Outro caso seria se nos tempos em família não quisessemos passar por aquelas horas por vezes e para alguns ‘chatas’, de convívio e pudessemor ter algo que nos entretivesse e nos fizesse dispersar um pouco dali. Um jogo da glória algo que solitário poderia ‘cair’ bem.

Seguidamente surgiu-me a ideia de fugir ao tabuleiro de jogo convencional. Porque não transportar um jogo para um livro? cada página uma casa ou um conjunto de casas? cada casa uma característica/símbolo do Natal, casas de recuo e de avanço…como uma viagem á volta do livro em busca das tradições com significados tão desconhecidos.

Esta ideia agrada-me pelas características que podem ser individuais e ao mesmo tempo colectivas e também pela característica de ‘entrar’ no espírito da época, empolgação relativamente ás tradições e ao objectivo do Natal, conhecimento sobre o mesmo e entretenimento puro para as ‘horas mortas’ que todos nós temos no nosso dia-a-dia especialmente nas férias.

?? Poderei criar um jogo que possa ser tanto individualista como colectivo ou a pares?

?Terei que mudar algumas das regras?

Um dos objectivos do jogo é apelar ao gosto pelo Natal a quem já gosta do Natal e talvez ensinar alguém, que não admira nenhum aspecto a época, a interessar-se por esta altura do ano tao festiva…(+ pesquisa) !!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s